Seguro de viagem é obrigatório para quais países?

seguro de viagem obrigatório

Desde a chegada do coronavírus, a lista de países que exigem a contratação do seguro viagem obrigatóriopara poderem entrar em suas fronteiras não pararam de se expandir.

Nestes locais, o seguro de viagem passou de opcional a essencial, o que obriga muitos viajantes que não tinham o hábito de viajar com seguro a contratem novas apólices que se adapta às exigências do país de destino.

É por isso que no Planet Nomad lançamos o guia definitivo de viagens protegidas falando sobre tudo o que envolve o seguro viagem obrigatório: quais os países que o exigem, quais são os melhores seguros de viagem, quais coberturas eles oferecem e algumas dicas para economizar na hora de comprar apólices de viagens.

O que é seguro obrigatório para viagens?

O seguro de viagem nada mais é do que um conjunto de serviços destinados a cobrir diversos incidentes que possam ocorrer durante uma viagem, como atrasos, cancelamentos, perda de bagagem, roubo ou assistência médicas.

Vantagens do seguro de viagem

Embora ninguém goste de ter que adicionar despesas extras ao seu orçamento de viagens, a verdade é que os benefícios do seguro de viagem obrigatório são muitos. Estes são alguns dos mais importantes:

  1. Para poder acessar os países que exigem que os viajantes tenham seguro de viagem obrigatório para entrar em seu território;
  2. Reembolso do dinheiro investido em transporte, hospedagem, atividades e qualquer outro serviço contratado em caso de cancelamento;
  3. Compensação financeira em caso de furto de dinheiro, documentação ou qualquer objeto de valor;
  4. Cobertura médica em caso de acidente ou doença, incluindo despesas farmacêuticas;
  5. Assistência jurídica se você precisar;
  6. Acompanhamento de menores;
  7. Repatriação administrativa, sanitária e funeral.

Melhor seguro de viagem

Embora existam muitos seguros de viagem, a verdade é que não são todos iguais. Por isso, dependendo do tipo de viajante que você é e do destino para onde vai, você terá interesse em fazer uma apólice ou outra .

Caso não saiba por onde começar a procurar, recomendamos usar um comparador de seguros de viagem, eu sempre uso o Seguros Promo. Por outro lado, também existem outros, como o Real seguros.

Para ter uma ideia das seguradoras, aqui vai uma pequena lista das que considero mais importes do mercado:

Logo depois, veja um comparativo no site Seguros Promo. Com ele você pode comparar as melhores ofertas e serviços na mesma tela, sem precisar pular de site em site.

Onde o seguro de viagem é obrigatório?

Cada vez mais países exigem a contratação de seguro de viagem internacional obrigatório para poder visitá-los.

Alguns dos mais importantes são:

  • Argentina
  • Argélia
  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Bulgária
  • Chile
  • Chipre
  • Cuba
  • Dinamarca
  • Equador
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Irlanda
  • Islândia
  • Itália
  • Israel
  • Irã
  • Jordânia
  • Letônia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Líbano
  • Malta
  • Noruega
  • Namíbia
  • Omã
  • Paraguai
  • Polônia
  • Portugal
  • República Tcheca
  • República Eslovaca Reino Unido
  • Romênia
  • Rússia
  • Suriname
  • Suécia
  • Suíça
  • Tailândia
  • Turcomenistão
  • Ucrânia.

Uma vez que a lista de países que exigem a contratação de uma apólice de viagem obrigatória para entrar é atualizada quase todos os dias, recomendamos que você entre em contato com a Embaixada do país de destino. Outra opção é entrar no site do Itamaraty para quem estiver no Brasil. Em caso afirmativo, pergunte qual cobertura você vai precisar.

Seguro de viagem é obrigatório para Espanha ou Europa?

O seguro de viagem na Europa pode ser obrigatório para a obtenção de um “Visto Schengen”.

Desde a primeira vez que viajei para o velho continente em 2014, sempre contratei um seguro de viagem para a Europa. Normalmente esse seguro de viagem cobre todos os países da União Europeia.

Para mim, é uma forma de viajar com tranquilidade e esquecer as preocupações com a imigração, mas também, algo que pode salvar a sua vida se houver algum problema.
Com o seguro de viagem na Europa, você terá cobertura médica em qualquer país do espaço Schengen (lista de países no artigo).

Seguro de viagem obrigatório para os Estados Unidos

Ao contrário do que acontece com os países que fazem parte do tratado Schengen, não é obrigatório ter um seguro de viagem para entrar os Estados Unidos.

Isso não significa que você não deva fazer uma apólice. Muito pelo contrário, já que os EUA possui um dos sistemas de saúde mais caros do mundo.

Além disso, lembre-se de que os EUA têm a duvidosa honra de ter até 5 cidades entre as 50 cidades do mundo com a maior taxa de criminalidade.

Portanto, o melhor para evitar sustos e ter que carregar contas de dezenas de milhares de euros em caso de acidente ou doença durante a sua viagem ao país norte-americano é fazer um bom seguro de viagem.

Casos mais comuns em que você pode precisar de seguro viagem

Como venho comentando ao longo deste artigo, há muitos casos em que o seguro de viagem pode ser de grande ajuda.

Em primeiro lugar, imagine que você deseja viajar para Cuba, Argentina, Chile, Tailândia ou até mesmo um estado diferente do seu no Brasil. Bem, para fazer isso você precisa de uma política de viagens.

Agora, digamos que, em decorrência de:

  • uma nova onda de COVID;
  • de uma greve de controladores aéreos ou da chegada;
  • de um furacão na cidade de destino, sua viagem seja cancelada.

Apesar de serem três cenários impossíveis de prever, estão contemplados no seguro viagem, portanto se fizer uma boa apólice terá direito ao reembolso, tanto da passagem aérea como da reserva do hotel, bem como para qualquer atividade ou serviço que você contratou .

Agora, suponha que:

  • você escorregue e se machuque;
  • coma algo que causa uma intoxicação alimentar que o deixa completamente doente por alguns dias.

Aconteça o que acontecer com você, se você fizer um bom seguro de viagem, você estará completamente coberto em caso de doença ou acidente . O que significa que, se precisar, você poderá ser atendido pelos melhores profissionais dos melhores hospitais sem se preocupar com despesas.

Se o assunto for mais sério e você precisar ser repatriado imediatamente, se você tiver um bom seguro de viagem, pode fazê-lo sem nenhum custo para você ou seus acompanhantes. Isso já aconteceu comigo quando estava no Vietnã.

Segurança

Também é possível que você seja vítima de um assalto. Bem, nesse caso, se você tem seguro de viagem com cobertura para roubo, você pode exigir uma compensação financeira para restaurá-lo.

Documentos perdidos

Além disso, se por engano perder toda a documentação necessária para viajar, a seguradora o ajudará em todos os procedimentos para que possa voltar para casa o mais rápido possível.

Por fim, se você se envolver em uma confusão que requeira ajuda jurídica e tiver um bom seguro de viagem, pode recorrer a um serviço de assistência especializado.

Minha experiência quando precisei do meu seguro de viagem

Em minha longa história como viajante precisei usar meu seguro de viagem em mais de uma ocasião.

A primeira vez foi no México, onde, como muitos outros, fui vítima do famoso “venganza de Moctezuma.

Felizmente, depois de alguns dias indo da cama para o banheiro e do banheiro para a cama, o seguro enviou um médico para o hotel e em pouco tempo eu estava de volta à Avenida Insurgentes, saboreando alguns deliciosos tacos do Pastor.

Anos depois, fazendo uma das caminhadas mais bonitas do mundo, a Milford Track em Fiordland Parque Nacional da Nova Zelândia, escorreguei e, caindo, desloquei meu pulso.

Graças ao bom trabalho do médico de plantão no ambulatório de Te Anau, eles conseguiram para colocá-lo rapidamente em seu lugar e me permitir terminar uma das experiências mais maravilhosas da minha vida.

Minha opinião sobre seguro de viagem

Minha opinião, como um viajante em tempo integral por mais de uma década, é que você só pode desfrutar de uma viagem 100% se viajar sem preocupações.

Isso só é possível se, antes de fechar a porta da casa e se dirigir ao seu destino, você tiver certeza de que, aconteça o que acontecer, você estará totalmente coberto.

Se a experiência me diz algo é que, por mais seguro que seja o destino que você está visitando e por mais planejado que seja o roteiro que preparamos, é impossível evitar imprevistos que, em alguns casos, acabam sendo mais caro do que a própria viagem.

Por isso, sempre que um familiar, amigo ou leitor me pergunta se vale a pena viajar com seguro, minha resposta é sempre a mesma: sem seguro, ou comprando apólice barata, voltam para casa com contas de cinco e seis zeros”.

Por tudo isso, e levando em consideração a variedade de apólices de viagens que existem e o quão acessíveis elas são, minha conclusão é que viajar sem seguro de viagem nestes tempos além de ser imprudente é um disparate.

Dicas para economizar com seu seguro

Como mencionei ao longo deste artigo, existem muitas seguradoras e muitos categorias de seguro que podem ser contratados hoje.

Embora seja verdade que geralmente os melhores e mais completos seguros são os de maior custo, nem sempre é assim.

E é comum que as principais seguradoras lancem promoções que, em alguns casos, permitem que você contrate um seguro de viagem mais barato.

Algo de que você também pode se beneficiar, já que o site comparativo de seguros mais usado (www.segurospromo.com) oferece descontos exclusivos para os leitores do Planet Nomad.

Se você for uma nômade digital, a melhor opção é o Safety Wing. Ele oferece mais coberturas por menos. No entanto, o foco é total para quem viaja sem data para finalizar. 

Escolha o seguro de viagem que você escolher, você terá razão. Viajar seguro e protegido nunca foi tão fácil … ou tão barato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected
Rolar para cima