como ser nomade digital

SEGURO PARA NÔMADAS DIGITAIS
Safetywing cobre suas viagens, seu equipamento e sua saúde em todo o mundo com cobertura covid-19

História nômade: do burnout ao nomadismo digital

Quando Stéphanie entrou em contato comigo pelo Instagram, eu imediatamente percebi que teríamos muitas coisas em comum para compartilhar.

Ele tinha acabado de publicar seu livro “From Burnout to Being a Digital Nomad” e ele me enviou para ler.

Ela conta a história de sua caminhada, até o ponto de não poder mais. Um acontecimento muito doloroso, mas que ela considera necessário hoje porque mudou completamente a sua vida .

Entre a crise de identidade e as questões existenciais, o livro nos fala sobre sua jornada espiritual até encontrar sua criança interior, que o infunde com a energia necessária para a mudança.

Em 2017, ele se tornou nômade digital, o que era óbvio para Stéphanie. Ela decide se libertar das restrições geográficas e cria seu negócio online para trabalhar em qualquer canto do mundo.

É o retrato de uma cidadã do mundo que explica como ser nômade digital e garantir sua liberdade total.  que soube usar sua sede de vida para realizar seus sonhos de liberdade.

Uma nômade digital pelo mundo

Meu nome é Stéphanie e tenho 34 anos. Antes de me tornar um nômade, eu era um expatriado na Nova Zelândia, onde trabalhava como gerente de eventos e casamento.

Foi um trabalho exaustivo que levou ao esgotamento e depois à depressão. Eu trabalhava 14 horas por dia, tinha muito pouco tempo para mim e estava constantemente estressado.

Eu ficava tão exausto nos meus dias de folga que não tinha energia para viajar nem para o convívio social, também, tinha pouca liberdade no meu trabalho, enfim, não tinha equilíbrio.

Porém, sempre tive alma de cidadão do mundo! Queria recuperar minha liberdade e continuar viajando, então decidi me tornar um nômade digital.

Comecei minha aventura nômade trabalhando como assistente virtual multilíngue para clientes franceses e internacionais.

Hoje tenho orgulho do caminho percorrido! E estou ciente da beleza que nos rodeia e que está dentro de nós.

 
 
 
 
 
Voir cette publication sur Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Une publication partagée par Stephanie Desquerre (@steph_the_nomad) le

Como ser nômade digital?

Para ser um nômade digital você deve viajar acima de tudo, querer sair da sua zona de conforto e ter um grande desejo de liberdade. Tanto geográfica como mentalmente.

No início da aventura, eu diria que você tem que conseguir se recuperar e mudar seus planos no último minuto. De fato uma vida nômade exige muita adaptação para enfrentar o inesperado, como:

  • Meios de transporte
  • Hotéis
  • Airbnb
  • Cafés barulhentos a cafés mais aconchegantes
  • Coworking
  • Coliving

Você deve saber como se organizar e disciplinar. Para manter o estilo de vida nômade digital ao longo do tempo, é importante aprender a desenvolver qualidades de resiliência, força interior e autodisciplina.

Da mesma forma, é importante ser capaz de se conectar rapidamente com outras pessoas para criar uma rede, aprender a lidar com a solidão às vezes (se você viajar sozinho), bem como navegar pelos altos e baixos das experiências.

Você também se treina para seus projetos, desenvolvendo uma boa mentalidade de negócios com uma rotina.

Qual foi a coisa mais difícil em se tornar uma nômade digital?

O mais difícil e ao mesmo tempo o mais libertador foi vender o pequeno negócio que eu tinha deixado, queria ficar com alguns objetos…

Porém, eu já havia passado 2 anos na Nova Zelândia e sabia que era inútil me amarrar ao material, então vendi tudo!

Tudo o que tenho hoje está em algumas caixas. É uma sensação incrível de liberdade!

Como é um dia típico em sua vida nômade?

Com o tempo, passei a compreender a importância de desenvolver uma rotina para manter um corpo saudável em uma mente sã.

Dedico em média 1h30 a essa rotina, depois tomo um café da manhã balanceado e inicio minha jornada de trabalho entre 9h e 10h30 e de bom humor.

Pratico esta rotina matinal que inclui: ioga, meditação, gratidão e visualização de meus objetivos, permitindo-me manter o foco e em linha com minhas necessidades.

Compreendi a importância de não me culpar quando não estou seguindo meu cronograma à risca. Normalmente faço uma sessão de trabalho de manhã e outra à tarde.

Costumo terminar meu dia antes das 17h para aproveitar a noite e assistir ao pôr do sol. Às vezes não trabalho à tarde e agendo visitas, praias ou massagens para curtir o lugar.

Se você também é um nômade digital, blogueiro(a) ou aventureiro(a)…
Compartilhe sua experiência de como ser nômade digital com o Planet Nomad! Entre em contato conosco e publicaremos sua história para inspirar outros leitores 😉

Trabalhando no modo nômade digital

Paradoxalmente, o mais complexo não foi cai na estrada, mas sim virar microempresária.

Tive que esperar 2 meses antes de registrar minha empresa! Quando comecei minha atividade online, minha ideia de nomadismo digital era muito diferente da realidade.

Imaginei que trabalhar com meu computador seria tão confortável como em um escritório. Na esplanada ensolarada de um café, navegando de um país para outro, estava feliz por viajar e trabalhar no meu computador…

Porém, a realidade é bem diferente. Você tem que pensar em vários parâmetros e se organizar de forma diferente para ter paz de espírito.

Tive que aprender a escolher lugares de acordo com meu trabalho, minha renda e meus projetos.

Se você trabalha, por exemplo, em um café muito barulhento, pode ser impossível se concentrar. Pode acontecer de uma conexão de internet lente não permitir que você cumpra algum compromisso no Skype…

Além disso, a escolha incorreta de hospedagem (hotel ou Airbnb) pode ter consequências no nosso sono e ritmo de trabalho e, consequentemente, na nossa produtividade.

Da mesma forma, eu não tinha ideia de que situações inesperadas afetariam meu estado de motivação geral.

O trabalho autônomo já tem muitos desafios próprios, mas fazê-lo em locais diferentes pode ser emocionalmente perturbador.

Aos poucos, fui caminhando para os coworkings, onde encontro o silêncio necessário e novos conhecimentos com nômades digitais ou locais.

O investimento financeiro em espaços de coworking vale a pena e mantenho um ritmo constante e a satisfação de final de dia que funcionam bem para mim.

Quanto custa o estilo de vida nômade digital?

 

As pessoas acham que para ser nômade é preciso ser rico: o que você acha?

É falso. A Ásia e a América do Sul são propícias a menores gastos e permitem que você fique dentro de um orçamento de € 1.000.

Da minha parte, os países que escolho geralmente são países onde minha renda me permite ter melhores condições de moradia para aumentar minha qualidade de vida.

Gosto especialmente de Bali e da Colômbia, onde o alojamento não ultrapassa os 300€ por mês e as massagens 6€ por hora.

Eu me permito gastar mais com alimentação saudável e balanceada, atividades, aulas de ioga, workshops ou eventos para aprender novas habilidades, passeios e acima de tudo, me deixar feliz!

Você pode ser um nômade ganhando menos de € 1000 por mês, tudo depende do país em que você está.

Meus custos mensais não são administrados de forma restrita, me adapto às minhas necessidades e principalmente para acompanhar os preços do país.

Eu me permito todos os extras que quero e tenho o cuidado de não me deixar enganar pelas taxas de passeios ou atividades.

Como você usa seu orçamento?

Em relação ao meu rendimento, mantenho sempre uma rede de segurança que me permite compensar a falta de trabalho de um determinado mês e ajustar as minhas despesas com base neste montante de segurança.

Para se ter uma ideia, posso ganhar entre 600 € e 3000 € em determinados meses, também ganhei 0 €! É por isso que estou falando sobre esse “tanque de segurança”, porque minha renda flutua.

 

Para acomodação:

Eu determino que a renda não exceda, no meu caso, um máximo de €20 por noite. Costumo ficar bem abaixo desse limite porque alugo a acomodação por mês para conseguir um preço melhor.

 

Para alimentos:

Não conto e gasto o que preciso. Eu apenas evito comer fora com muita frequência (dependendo do país) porque os custos aumentam muito.

Como nômade digital, agora gosto de comer “em casa” e cozinhar para recriar a sensação de estar em casa.

Dicas de como ser nômade digital

Qual foi o melhor conselho que você recebeu desde o início desta aventura nômade?

Esta é uma viagem lenta.

No início da aventura, eu tendia a mudar de destino bem rápido, a cada uma ou duas semanas, movido por conhecer novas pessoas. Também pela vontade de ver tudo, a emoção do início.

Com o tempo, fui me sentindo exausto várias vezes, tendo que me reajustar a uma nova cultura, uma nova moeda, um novo idioma, transporte, moradia, comércio, vida social e etc.

Aprendi o valor de desacelerar, até que finalmente encontrei meu próprio ritmo. Agora fico pelo menos 2-3 meses no mesmo alojamento e insisto na palavra “alojamento”.

Onde você está neste momento? Qual é o seu próximo destino?

No momento, estou presa em Bali.

Meu próximo destino seria a Índia por algumas semanas, mas por enquanto, todas as viagens estão adiadas e difíceis de agendar, então planejo ficar aqui por mais tempo.

Sobre ir adiante …

Li o livro de Stéphanie “From burnout to digital nômade”. Ao longo de sua trajetória, suas dúvidas e questionamentos, Stéphanie nos conta, sem filtro, a transição para sua nova vida como nômade digital.

Este livro é recomendado para quem acredita em seus sonhos e quer ser nômade digital. Saber todos os degraus e entender que sempre existe uma solução quando o seu destino é a felicidade. 

A vida de uma nômade digital e a busca pela felicidade

É sempre interessante escutar de outros nômades digitais como suas vidas são parecidas com a minha. Claro, os cenários são diferentes, as condições e as pessoas. No entanto, de maneira geral queremos o mesmo: ter a liberdade para encontrar o que realmente nos faz feliz ou apenas seguir nossa felicidade.

Sempre trabalhando remoto ou empreendendo online, levando junto com nossa curiosidade a motivação de avançar também como profissionais. 

É sobre liberdade, sobre tempo e autoconhecimento. Tudo que é necessário para que possamos viver uma vida centrada em nosso bem estar e qualidade de vida. Além disso, poder compartilhar experiências e cuidar do nosso planeta. 

Transferência internacional
Sua primeira transferência de mais de €250 é GRÁTIS!

CARTÃO INTERNACIONAL

Abra sua conta no exterior em 8 minutos e esqueça as taxas bancárias!

Renato Franca

Olá! Eu sou o Renato, sou nômade digital e já passei por mais de 28 países. Criei este blog para compartilhar minhas experiências com você. Sou apaixonado pelo estilo de vida minimalista, sustentabilidade e o universo da tecnología.

Se você tiver alguma dúvida, deixe seu comentário que eu responderei rapidamente. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos !

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Você também vai gostar

nômade digital
Nomadismo digital

7 dicas para ser um nômade digital

Antes de me tornar um nômade digital tinha muitas dúvidas e receio de como seria viver sem uma casa fixa. Em dado momento até pensei
safetywing
Nomadismo digital

Equipamentos para nômade digital

Ter bons equipamentos para home office é essencial para manter uma boa qualidade de vida e melhor produtividade. Muito além disso, você pode levar seu

Kit nômade

Os melhores descontos para economizar e viajar melhor

Dinheiro

💰 Economize em suas despesas bancárias no exterior com o cartão N26 gratuito. Ele custa apenas 0€/mês.

💸  Pague 8 vezes mais barato para transferir dinheiro com a Transferwise. Com nosso convite, sua 1ª transferência é gratuita

🗼 Visitas guiadas e passeios: Com o GetYourGuide, você pode planejar seus passeios com preços mais baixos e evitar filas!

Seguros

😷  Seguro de saúde: Se você é um nômade digital, o Remote Health da SatetyWing mantêm você seguro de imprevistos (inclusive para Covid-19).

  Seguro de viagem: Use o melhor comparador de seguros da internet. Ganhe 5% de desconto com nosso código PLANETNOMAD5

🌏  Acesse a Internet com segurança em qualquer lugar do mundo com NordVPN

Viagens

✈️  Voos baratos: Pague menos pelo seu próximo voo comparando as melhores tarifas com o Skyscanner

🚙  Aluguel de carros: Compare preços e encontre ofertas baratas para alugar com a Rent Car

🏨  Hospedagem: Para suas férias, o Airbnb oferece um cupom desconto de 34€

Pesquisar

Receba as novidades sobre nomadismo por email

Assine a nossa newsletter para receber as melhores notícias uma vez por mês diretamente no seu email.

error: Content is protected
Rolar para cima