Como é uma viagem em grupo com nômades digitais

voyage en groupe nomade digital

Olá nômades e viajantes, hoje vamos compartilhar mais uma experiência da nossa jornada.

Sempre falamos aqui sobre diversos aspectos de uma vida nômade, onde viajar é a palavra mais presente. No entanto, existem inúmeros tipos de viagens e viajantes. Cada um busca e recebe experiências diferentes e é isso que torna tudo tão mágico e especial.

Como todos sabem, nós sempre viajamos juntos e muitas pessoas tem curiosidade em diversos assuntos sobre nosso estilo de vida. Um deles é sobre a dificuldade de manter laços e amizades mais duradouras . De certa forma isso pode ocorrer, como um pouco de solidão, principalmente para quem viaja sozinho.

 

Conhecendo outros nômades digitais

Mesmo com inúmeras plataformas, as vezes é um pouco complicado conhecer novas pessoas em alguns destinos pelo mundo. Normalmente as pessoas estão mais abertas em cidades grandes, mas isso não te da a certeza que quando chegar em alguma dessas cidades vai ter um grupo de novos amigos te esperando.

Por outro lado, a cada dia surgem comunidades e maneiras de se integrar com outros nômades ou pessoas locais. Além disso, quando estamos viajando tudo fica diferente e mais intenso, onde que uma longa amizade pode ter inicio em um encontro despretensioso, como um aeroporto (leia nossa história) e até mesmo naquele café onde você passou o dia trabalhando.

A verdade é que nem sempre isso pode ocorrer… mas calma, a solução está nas próximas frases deste artigo.

Antes de chegar ao ponto chave para compartilhar nossa última experiência do mês de maio, quero levantar outro ponto que descobrimos nesses quase dois anos de nomadismo. Uma viagem nômade é diferente de todas as outras que estávamos acostumado até iniciar nossa jornada. Não somos um turista de férias e nem um imigrante que decidiu mudar de país.

Isso faz com que alguns aspectos se tornem diferentes quando temos que programar um próximo destino, além de serviços “especiais” que temos que levar em consideração. É verdade que ainda faltam muitos serviços específicos para os nômades, mas isso vem mudando nos últimos anos.

Nossa estrada

Pode parecer um pouco confuso mas vou tentar simplificar… Quando vamos para uma nova cidade, queremos conhece-la e fazer passeios, com toda certeza. No entanto, temos obrigações e nosso trabalho sempre está ao nosso lado. E o que isso implica? Necessitamos de um local agradável para descansar, uma mesa para trabalhar (não, não trabalhamos na praia todos os dias como muitas propagandas mostram rs), uma boa internet e segurança pois viajamos com todos nossos materiais eletrônicos. Além disso, não ficamos períodos de turistas (de dias ou semanas) e nem de locais (que passam anos).

Templo Expiatório da Sagrada Família em Barcelona

Com essa explicação, quero apenas fazer você entender que não é tão simples quanto parece e nem tão complicado que você também não possa fazer. Muitas vezes planejar toda uma viagem pode custar algo muito mais valioso que dinheiro: o tempo. Especialmente se é um destino completamente desconhecido.

Como fazemos

Sempre que vamos para uma nova cidade, buscamos todas as informações, reservamos voo, acomodações e outros diferentes aspetos que fazem nossas viagens terem menos imprevistos negativos possível. Muitas vezes é até divertido fazer tudo isso, pois acabamos conhecendo melhor a região na qual vamos  morar durante um período. Entretanto, fazer todo esse planejamento e operação demanda tempo.

Também buscamos sempre conhecer pessoas no local onde estamos, afinal nossas viagens tem como um dos objetivos principais compartilhar bons momentos com pessoas. Desde locais até outros nômades, onde podemos intercambiar conhecimentos do nosso estilo de vida e até mesmo de negócio.

Passeio com nosso grupo pela Costa Brava

Nova experiência com um grupo de nômades digitais

No mês de maio tivemos o prazer de ter uma ótima experiência: passar um mês com uma comunidade de nômades digitais na cidade de Barcelona. Éramos cerca de 15 pessoas de diferentes países do mundo, mas que compartilham do mesmo pensamento e estilo de vida. Usando a liberdade do trabalho remoto para viajar o mundo sem deixar de lado carreiras e projetos.

Participamos do programa a convite da FlexPat, que oferece serviços exclusivos para nômades digitais do mundo inteiro, onde o objetivo central é facilitar sua viagem nômade, desenvolvendo toda parte logística juntamente com uma comunidade que viaja junto por diferentes cidades do mundo.

A grande facilidade que comentei antes, onde você paga um valor que inclui um pacote com diferentes serviços necessários para tornar sua viagem nômade a melhor possível. Com isso, sua única preocupação é desenvolver seu próprio trabalho e aproveitar a cidade.

Com a gente não foi diferente, partimos do Porto para Barcelona para participar do programa de um mês.  O local onde ficamos hospedados era sensacional, uma espécie de apart hotel com estilo Coliving, um apartamento que possuía tudo para tornar a vida de um nômade mais fácil e conveniente. Além disso, um espaço Coworking no centro da cidade onde tivemos a oportunidade de conhecer nômades e Freelancers de diferentes países do mundo.

Lá também aproveitamos para realizar um Workshop em conjunto com a Flex Pat para quem quer ser tornar um nômade digital. O evento foi ótimo, muitas pessoas interessadas e podemos tirar muitas dúvidas dos convidados. Mostramos apenas uma pequeno resumo do nosso treinamento completo que desenvolvemos para quem deseja ser tornar uma nômade digital e conseguir a liberdade geográfica do trabalho. Seja ele sendo freelancer ou se tornando um empreendedor independente de localização.

Veja no vídeo a seguir um pouco de como foi o Workshop:

Ficou com vontade de participar do próximo? Não se preocupe, desenvolvemos um treinamento completo online para quem quer se tornar um nômade digital. O curso ainda possui alguns lugares disponíveis, acesso o link e garanta seu lugar. Logo depois vamos entrar em contato e realizar um live dentro de algumas semanas para esclarecer algumas dúvidas que podem surgir antes de iniciar o curso 🙂

Além disso, tivemos muitas experiências diferentes pela cidade. Mesmo pra gente, que já moramos em Barcelona, descobrimos diversas coisas novas. Algumas das atividades do programa:

  • Dia de aprender a Paella: Fomos aprender a fazer um dos principais pratos de Espanha, uma boa paella na cidade antiga de Barcelona. Para quem não sabe, a paella é valenciana mas é bem presente por toda Espanha.
  • Passeio pela linda zona da Costa Brava: além de Barcelona, fomos aproveitar uma viagem ao norte da Europa, incluindo passeios de barco e banho de mar.
  • Piquenique nos Buques
  • Um destaque especial os jatares que alguns membros do grupo (incluindo a gente) ofereceram nos próprios apartamento. Um momento de descontrações, de poder conhecer melhor outras pessoas e conhecer novas culturas. Sem dúvidas foram momentos que vamos levar guardados para sempre.
  • Entre outras diversos encontros e atividades durante todo mês.

Muito mais que isso, descobrimos como é viajar em comunidade, com outras pessoas que compartilham do mesmo estilo de vida. Trocando ideias sobre o futuro e se ajudando a melhorar o presente. É uma ótima oportunidade para networking e até lançamento de novos projetos em conjunto com o pessoal da comunidade.

 

Leia mais: O que é freelancer e como se tornar um em 2020

 

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.